Tempo passa

Aquela sensação de querer reviver certas sensações mas ao mesmo tempo não querer tanto assim… O momento em que você finalmente entende que o tempo simplesmente passou e que ele não volta mais. As decisões que você tomou, os momentos que você viveu mas não viveu intensamente, simplesmente não voltam!

Esperar pelo ônibus as 5:30 da manhã enquanto a brisa da madrugada passa pelo seu rosto e toca suas bochechas e um vento com leves pingos de chuva te cercam…

Talvez eu não seja a pior pessoa do mundo

“Momentos. Aquele bem fingido. A pessoa falando, você sorrindo por educação mas não por espontaneidade. Quando mais a pessoa fala, mais você percebe que nada é igual foi um dia. E o pior de tudo é que certamente nunca vai voltar a ser o que costumava ser. Olhares, desgostos. Lagrimas? Quase sempre. O lado bom é que não dura pra sempre, então logo são enxutas e a rotina volta.

So não consigo entender porque tive que chegar a esse ponto. Quando penso naquela conversa falsa e sem rumo. Pausas, com aquele silencio sem objetivo nenhum, onde os olhares se encontram e logo se desencontram olhando para o lado ou pra baixo com pensamentos latejando na cabeça que não param de voltar, dizendo: “o que eu estou fazendo aqui!”. E é nesse exato momento que você diz pra si mesmo : nunca mais vou me por em uma situação assim novamente. Mas o que não passa pela sua mente é que não podemos evitar, e que sim, vai acontecer de novo. Sair correndo não é uma opção, se esconder também não, então a única opção é responder calmamente e tentar terminar a conversa o mais rápido possível e ir embora.”

— Desabafo de uma menina

Que “frio” é esse?

Olà pessoas, acontece que estou com muito frio desde o começo dessa semana. Como minha primeira vez aqui no sudeste esse frio é desconhecido pra mim. Assim todo mundo no refeitório fica me olhando quando eu passo com gorros, luvas, e moletom. Pois é, pra quem vem da linha do equador com 30 graus pra cima esse friozinho de 15 graus jà é o ALASCA.

Mas para trazer um pouco de quentura para o blog, vou apresentar pra vocês Ferreira Gomes. A alguns meses atras, eu tive a oportunidade de passar um fim de semana com alguns amigos. Fica a umas duas horas de carro de Macapá. Esse final de semana foi ótimo mas também foi triste.

Começando pela parte triste: minha cachorrinha Vivy Pipoca, estava muito doente (o fígado dela tinha estourado, por causa de um carro que bateu nela). Então tivemos que levar ela conosco, minha irmã cuidou dela, meu cunhado também, mas infelizmente no domingo ela teve um ataque cardíaco e faleceu… A vida é assim, temos que ser fortes e irmos sempre pra frente não é mesmo?

A parte boa foi bem interessante, pelo fato de eu ser a UNICA “solteira” do grupo. *risos*

Vou falar um pouco sobre quem estava comigo: os pais do meu cunhado estavam conosco e mais três casais: Kariny & Ruan (minha irmã e cunhado); Karen & Ruben; Lorena & Danilo. A casa em que estávamos pertencia aos pais do Ruan, e logo ao lado tinha uma “praiazinha” muito boa para tomar banho. E a sessão de fotos começou com as meninas. Vou colocar algumas fotos para vocês darem uma espiada no que tínhamos por là.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bem isso tudo foi ótimo, até porque là fazia uns 32 graus por ai, sem falar no banho geladinho pra tirar o calor do corpo que é MUITO bom. Aqui em São Paulo, tenho que tomar banho quente pra mandar embora o frio. Mas essa historia de frio ainda não acabou, no próximo post vou falar da melhor colega de quarto que ja pude ter (até porque é a primeira vez que moro em internato kk). Até o próximo post…

Beijo no coração de vocês.

Meu primeiro post.

Olà pessoas, como meu primeiro post resolvi explicar um pouco sobre o que vocês poderão encontrar aqui e sobre o que esse blog significa para mim.

Primeiramente sobre o nome do blog: Déborah Voyage. Bem para quem não sabe eu sou francesa, sim francesa. Mas meus pais são brasileiros, então eu cresci falando português em casa e francês na escola, e na rua. Por isso o nome do meu blog é em francês. Se você fosse traduzir o nome do blog daria: A Déborah viaja. Porque esse nome? Porque meu objetivo é estar constantemente viajando, e realmente estou viajando, e espero não parar. Estou explicando o nome porque aqui no brasil tem um carro com esse nome, então vai que alguém possa confundir né? *risos* falo isso porque um amigo meu fez isso, então melhor prevenir do que remediar.

Eu estou morando no estado de São Paulo, na cidade de Engenheiro Coelho.

Mas sempre morei fora do brasil, nasci na Guiana Francesa (Guyane Française). As fotos a seguir são de uma das praias de lá, essa praia ficava atras do meu lycée (liceu= ensino médio), que para gente é separado do ensino fundamental. Esse dia nós andamos muito na montanha (que vocês podem ver ali do lado direito) e na praia também, era aula de biologia.

 

Acabei parando no Centro Universitário Adventista de São Paulo, cursando Radio e TV (curso que eu estou amando muitooooo).

Esse blog vai ser meu lugarzinho de paz, que vou compartilhar com vocês. Aqui vai ser o que chamo em francês de “carnet de bord”. Era como se fosse uma agendazinha onde vou contar coisas que acho relevante e situações legais, dentre elas minhas viagens.

VIAGEM. Nossa como eu amo viajar, como eu amo o mundo e as experiências que você pode ter andando por ai. Viajar é o sentido de tudo. Acaba sendo uma parte importante de você, que precisa ser nutrida constantemente. Vou te contar um segredo: um dos meus objetivos é te incentivar a viajar. Eu estou no começo da minha jornada e ainda vou ter muitas historias para contar, como diz um pastor que eu admiro muito:

“A vida é contada de histórias e só conta quem foi” – Marcio Gerley.

Beijo no coração de vocês.